História Real - Danielle e Taylor

sábado, 22 de setembro de 2012
Estamos em tempos de relações fugazes, amizades frágeis, amores efêmeros. Sempre observo, principalmente no Facebook, pessoas que toda semana encontram um novo amor - um amor que durará para sempre. Mas o "sempre" dessas pessoas (boa parte delas adolescentes) costuma equivaler a no máximo um mês. Muita gente troca de status nas redes sociais, como quem troca de roupa.
Cada um tem o direito de viver como bem entender. Eu, porém, sou 'das antigas'; admiro relações sólidas, sinceras, não gosto de nada temporário (só a tristeza tem permissão pra ser temporária). Se é antiquado encontrar o amor e casar com ele, então sou antiquada com prazer. Se é antiquado não ter muitos amigos, mas valorizar o pouco que se tem, então sou antiquada com orgulho.
Apesar da crescente instabilidade das relações, ainda há muitas pessoas que não abrem mão do amor, mesmo na tristeza, na falência, na guerra, na doença. Como exemplo, trago uma história real que li ontem e me levou às lágrimas.É impossível não se emocionar só de olhar as imagens.








 Em janeiro de 2012, Taylor foi implantado em sua primeira turnê ao Afeganistão, previsto para retornar em agosto de 2012. Em 3 de maio de 2012, Taylor foi ferido em ação. As lesões foram profundas, mas ele permaneceu consciente. Ele era capaz de dizer o seu parceiro para chamar Danielle e família para dizer-lhes tudo. Ele sofreu ferimentos de todos os quatro membros, o que implica perda de ambas as pernas, braço esquerdo do bíceps para baixo, e mão direita.





Taylor está recebendo cuidados médicos no Walter Reed Army Medical Center, perto de Washington DC e permanece estável. Seus pais, Dan e Juli Morris, ea namorada Danielle Kelly estão ao seu lado.
“Como eu disse antes, Taylor está determinado a conquistar alguma coisa, e isso não vai ser diferente”, disse Danielle em seu site de suporte CaringBridge. “Ele continuará a ser o John Taylor que todos nós conhecemos e amamos. Sua recuperação vai ser longa e cansativa, mas o trabalho duro e determinação não é nada que Taylor não supere. Ele é a pessoa mais leal e amorosa que eu sei, por isso peço a todos para estar lá para ele. Esta é uma situação devastadora, que ninguém deveria ter que passar, mas nós podemos torná-lo através deste e vamos sair mais fortes do outro lado! “








O progresso impressionante de Morris, que quase morreu depois de pisar em um explosivo, é mostrado em imagens registradas recentemente pelo amigo e fotógrafo Tim Dodd. Esse avanço na recuperação só foi possíevel pois, desde o início, o soldado contou com o apoio total de sua família, dos amigos e da namorada Danielle Kelly, que esteve ao seu lado desde o primeiro minuto desse drama. "Tem sido muito difícil e ela está aqui o tempo todo”, diz Morris.
Ao receber uma Estrela de Bronze do Walter Reed National Military Medical Center, Taylor fez uma homenagem a Danielle dizendo: “Se eu tivesse as mãos, levaria essa estrela até Danielle.” Tem como não chorar?


Créditos também para: Rodrigo Oller e Revista Marie Claire
Neste site http://www.taylormorris.org/ Taylor arrecada doações e compartilha seus progressos.

1 comentários:

  1. Star Lan House disse...:

    Que linda história,com certeza estarei do lado do meu amor sempre.

Postar um comentário

Popular Posts